O que se “esconde” ao comprar um imóvel? Armadilhas, cuidado! Veja dicas!

Recebemos há algum tempo , perguntas de seguidores com relação a compra de imóveis. Sempre temos orientado a procurar primeiramente em sites “genéricos” (sapo.pt, imovirtual, olx, home hunting) e posteriormente entrar em contacto com mediador credenciado (Imobiliária) preferindo as de melhor renome/confiança para evitar armadilhas. Golpes existem em todo o mundo. Já relatamos em artigo anterior, o caso dos chineses que compraram casas por 500.000 euros para obtenção de Visagold e posteriormente , quando vieram morar, as casas estavam inacabadas , com vazamentos, sem licença e que valiam no máximo 200.ooo euros ! Foi amplamente divulgado na TV e na própria China. Actualmente só assinam contratos através de advogados portugueses como representantes legais.

Quando questionados, que riscos podem correr, citaremos alguns relacionados à Lisboa pois é a cidade que mais conhecemos. Apesar de não encontrarmos as “favelas” do Rio de Janeiro,  em vários bairros (alguns “nobres”) existem ruas, regiões ou prédios “problemáticos”. Recentemente, um seguidor conta que adquiriu um belo apto em Lisboa mas percebeu que à noite a região era “estranha”. Portanto, veja algumas dicas:

1 – procure se informar sobre pontos de venda de droga, prostituição, bairros sociais, bairros violentos.

2- visite o imóvel de dia, mas volte à região onde se situa o imóvel à noite e madrugada. Veja se é acolhedor ou não.

3 – verifique proximidade de parques, metro, comboio, jardim ou Praça de alimentos na região, pois valoriza o imóvel.

Exemplos:

Esta semana num bairro de Lisboa (Ameixoeira) houve um “enfrentamento” entre policiais e moradores com tiroteio e 3 policiais feridos. Há também zonas de pequenos conflitos.

No Bairro de Campo de Ourique, houve há cerca de 20 anos uma “favela” do Casal Ventoso, e até hoje, apesar de terem sido transferidos os moradores para outras áreas, por trás do Cemitério dos Prazeres até a Avenida de Ceuta, concentram-se imóveis bem desvalorizados por ser uma área de muito comércio de drogas. Alguns prédios pertencem a grupos familiares que costumam trazer problemas na região.

Em Arroios, junto à Praça do Chile, Intendente e Anjos ainda é considerada uma região degradada por prostituição e tráfico de drogas. Imóveis desvalorizados. A Avenida Almirante Reis, tem sido apontada como uma das regiões de maior potencial de valorização em Lisboa pois ainda tem muitos prédios degradados (Art Deco) que poderão ser revitalizados e voltar a tornar-se uma das principais artérias lisboetas (10-20 ou 30 anos ?). No momento, ainda complicado apenas nas regiões citadas. No início e final da avenida já muito aprazível e cosmopolita junto ao Martim Moniz.

Mesmo bairros como Alvalade existe na Avenida do Brasil um prédio ocupado por moradores de etnia cigana, que trazem desvalorização de toda a região próxima.

O mesmo se verifica em Telheiras/ Lumiar/ Santa Clara (junto a moradias sociais).

Pontualmente, alertamos clientes que eram levados por “brokers” para venda de imóveis “fantásticos” por dentro mas que o estrangeiro não se apercebe do conto do vigário que estava a cair.  Um imóvel com mesmos acabamentos e mesma metragem pode cair 100, 200, 300% de um quarteirão para outro. Fique muito atento e se aconselhe com quem realmente conhece a cidade onde pretende adquirir imóvel.


Sobre Paulo Costa

Check Also

Vim para Portugal e agora? O que fazer, quais prioridades de documentos?

Your browser does not support the video tag. Dúvida comum a quem se organizou no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *